Início

Visitar > Pedra do Sal



Pedra do Sal

Preservação da memória ancestral

Dois séculos antes dos muitos aterros realizados na gestão do prefeito Pereira Passos (1902 – 1906), a Pedra do Sal, localizada no bairro da Saúde, era banhada pelas águas da Baía de Guanabara, servindo de ancoradouro. Negros escravizados e forros trabalhavam na estiva, descarregando, entre outros produtos, sacas de sal – daí o nome do lugar. Além de exercer seu ofício, era comum que os negros procurassem naquela região moradia barata e de fácil acesso ao cais do porto, o que configurou a área como quilombo urbano. As “Tias Baianas” foram as protagonistas desse acolhimento, oferecendo provisões até que tais indivíduos conseguissem se estabelecer.

Intimamente ligada à história do samba e difusão das religiões de matrizes africanas, Tia Ciata – importante personagem deste contexto – organizava saraus e celebrações religiosas em sua casa. Já no século XX, renomados sambistas conservaram a tradição. Donga, João da Baiana, Pixinguinha e outros chegaram a se mudar para o morro Conceição, também acessado por ladeiras rentes à Pedra do Sal. Por ser essencialmente urbana, a Pedra do Sal traz um conceito novo de quilombo, relacionado com a preservação da memória ancestral, resistência política e ações afirmativas.

 

Siga a Mood Afro no Facebook e Instagram.

Contato

Pedra do Sal

R. Argemiro Bulcão, S/N

Saúde, Rio de Janeiro

a